DESIGN PARAMÉTRICO E SUAS APLICAÇÕES

Formas complexas, futurísticas, ‘orgânicas’.

17 de SETEMBRO de 2019

           O design paramétrico é uma nova tendência na arquitetura, design de interiores, design de produtos e demais áreas. Ele implica em uma mudança no processo criativo, possibilitando com maior facilidade a criação de formas complexas e futurísticas.
          Ainda é pouco disseminado no Brasil, mas vem crescendo e tomando destaque ao redor do mundo como metodologia de projeto, principalmente através da influência de grandes nomes que utilizam dessa tecnologia, como Zaha Hadid, Norman Foster, Santiago Calatrava, BIG arquitetos, entre outros.
          Na arquitetura, a modelagem paramétrica consegue unir diversos dados e fatores projetuais, como por exemplo: condições climáticas, uso de recursos, componentes estruturais, entre outros. Resumidamente, esses dados geram parâmetros, e esses parâmetros são analisados por softwares, que geram através da alimentação desses dados, as formas geométricas, é o chamado algoritmo generativo.
          Esse processo está inserido dentro da tecnologia BIM: O software mais utilizado na gestão de formas paramétricas é o Rhinoceros e Archicad através do uso de plugins como o Grasshopper. O Revit também pode ser utilizado para obter estes resultados, porém com o plugin Dynamo. Além do grasshopper, existem diversos plugins com outras funções que podem complementar e melhorar o desenvolvimento do projeto, possibilitando resultados sustentáveis, econômicos e funcionais. Ferramentas que unidas podem trazer um resultado inimaginável, o que não seria possível através da metodologia tradicional.
          Mas é claro que quando falamos em arquitetura isso se torna mais complexo do que um objeto, afinal, um projeto arquitetônico deve ser pensado sobre diversas perspectivas, e dependendo da sua dimensão torna-se ainda mais complexo! Mas quando falamos de mobiliário, produto, ou então, luminárias, isso se torna muito mais acessível, não é!? Ainda mais com a possibilidade de impressão 3d cada vez mais acessível a todos.
          Essas formas ‘futurísticas’ são também conhecidas como formas orgânicas e tentam manter um pouco das formas e linhas curvas da natureza, gerando menos impacto visual com o ambiente externo e se adaptando melhor a ele. Parece que há uma tendência que nos leva a buscar isso num futuro próximo do design devido aos grandes problemas ambientais que desenvolvemos ao longo do tempo. Tudo que gera menos impacto e remete ao natural está em contínuo crescimento.
          Veja alguns exemplos na galeria:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin