ILUMINAÇÃO E O CICLO CIRCADIANO

O Ciclo Circadiano é o período de aproximadamente 24 horas sobre o qual se baseia o ciclo biológico de quase todos os seres vivos. Entenda como a iluminação artificial pode nos ajudar a manter um bom ritmo circadiano e melhorar nossa qualidade de vida.

07 de ABRIL de 2020

A algumas semanas atrás falamos de arquitetura biofílica. Pra quem não lembra, a arquitetura biofílica utiliza elementos da natureza como plantas, pedras, água, para transformar espaços e trazer benefícios à saúde e ao nosso bem-estar. Afinal, espaços que possuem elementos de vida natural são capazes de influenciar a mente humana de forma positiva. Os seres humanos possuem uma atração psicológica por tudo que é vivo e nos reconecta com o mundo natural externo, pois recarrega nossas energias.

Arquitetura Biofílica – Sede Adams – Pedras e vegetação naturais

E hoje vamos falar de outra influência em nossa saúde e bem-estar: o Ciclo Circadiano.

O Ciclo Circadiano é o período de aproximadamente 24 horas sobre o qual se baseia o ciclo biológico de quase todos os seres vivos. Ele regula o funcionamento do corpo humano e é influenciado principalmente pela variação de luz e temperatura. Ele é nosso relógio biológico, que desperta um conjunto de reações no nosso organismo no decorrer destas 24 horas. Influencia na nossa digestão, sono, renovação das células, entre outros fatores.

Quando falamos em arquitetura biofílica, um dos fatores que nos remetem ao bem estar dos elementos da natureza é justamente a iluminação e a ventilação naturais. Se possível, esses elementos devem ser utilizados de forma abundante dentro do projeto, pois a iluminação artificial nunca poderá desempenhar o mesmo papel que a iluminação natural, bem como, a ventilação artificial e os ares condicionados nunca exercerão as mesmas sensações sobre nosso corpo que uma ventilação natural.

A luz e a escuridão tem o poder de influenciar o organismo das pessoas e também nossas percepções e sensações.

Mas como a iluminação artificial pode nos ajudar a manter um bom ritmo circadiano?

As luzes artificiais tentam reproduzir um determinado período/horário desse ciclo.

Mas qual o problema? Como o ciclo é perfeitamente balanceado pela luz natural, desde a invenção da lâmpada somos expostos a um novo Ciclo Circadiano que está também relacionado a nossa rotina, por exemplo, nós geralmente não estamos ao ar livre, estamos em escritórios fechados expostos a luz artificial. Esta luz artificial que não varia a intensidade, nem a cor como a luz solar, pode acarretar em uma deficiência na produção dos hormônios relacionados a sensação de prazer e de estresse.

As soluções vem quando estamos atentos a intensidade da luz e na sua temperatura. Um exemplo prático para um melhor entendimento é que, as luzes mais fortes são melhores para o decorrer do dia, bem como as temperaturas de cor que nos deixam mais despertos (4000K a 6500K), enquanto ao amanhecer e entardecer é interessante estar exposto a luzes mais fracas e mais aconchegantes (3000K, 2700K)

O contrário disso pode causar um ritmo circadiano confuso, mexer com seus horários de sono ou dificultar a busca de energia ao longo do dia. Desta forma o seu humor e rendimento podem sofrer influências e serem afetados pela intensidade e cor da luz que você é exposto, pois a luz e a escuridão controlam a produção hormonal do nosso corpo.

Com o estudo sobre o Ciclo Circadiano, podemos perceber que o ideal é tentar mimetizar o natural com as luzes artificiais, e que este é apenas mais um exemplo da influência e importância da iluminação, e como ela tem o poder de transformar e agir em nossas vidas.

É por isso que a missão da Adams é: MOSTRAR ÀS PESSOAS O PODER E A IMPORTÂNCIA DA LUZ.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin